Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Inês Bonfim Madeira

Apaixonada por livros, música e frases que mudam vidas. © Inês Bonfim Madeira Textos e Imagens

Inês Bonfim Madeira

Apaixonada por livros, música e frases que mudam vidas. © Inês Bonfim Madeira Textos e Imagens

Ficarmos juntos em separado

img6.jpg

 


Por vezes, isto é tudo o que uma relação precisa.
Espaço.
Ar.
Distância.
Sentir a falta do outro.
Perceber que quando nos viramos para lhe contar algo a outra pessoa não está lá.
Dar conta de que sentimos falta daquele toque descontraído.
Lembrar aquelas conversas importantes e as outras insignificantes que se tornaram marcantes.
Quando estamos absorvidos numa relação nem sempre damos o devido valor à outra pessoa porque a tomamos por garantida. Uma separação, um afastamento, faz-nos perceber se aquela é a pessoa que não conseguimos esquecer, que deixa um buraco na nossa vida que é impossível de preencher ou se era um mero acrescento aos nossos dias.
Se lamentarmos a sua falta, é a pessoa certa. A cara metade. A alma gémea. A nossa pessoa.
Só então vale a pena estarmos juntos.
Este é o tempo de estar juntos, para percebermos de quem verdadeiramente sentimos a falta, quem preenche os nossos dias e quem nos rouba espaço e tempo deles. Estes são os momentos para estimar e valorizar aqueles que tornam os nossos dias melhores e para repensar todas aquelas pequenas coisas que nos impedem de respirar e que nos tiram a possibilidade de estarmos com quem amamos e nos ama. Mais do que nunca apercebemo-nos da fragilidade das relações e de todos aqueles assuntos que tinham uma importância enorme e que à luz desta nova condição surgem diminuídos pela vergonha que sentimos quando pensamos como tal podia controlar a nossa atenção.
Vamos parar de desperdiçar tempo, pessoas, sentimentos.
Vamos agarrar o que de valioso a vida nos oferece.
Vamos agarrar a vida e as pessoas, momentos e emoções que nos fazem acreditar que amanhã vai ser um dia melhor.

De Inês Bonfim Madeira

 

 

30 comentários

Comentar post

Pág. 1/2