Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Inês Bonfim Madeira

Apaixonada por livros, música e frases que mudam vidas. © Inês Bonfim Madeira Textos e Imagens

Inês Bonfim Madeira

Apaixonada por livros, música e frases que mudam vidas. © Inês Bonfim Madeira Textos e Imagens

A possibilidade de um novo começo

IMG_20200209_124600 - Cópia.jpg

 

Hoje começa a primavera e com um novo começo, com o despertar da natureza adormecida nos meses de inverno, costumo sentir uma energia diferente e o cheiro das novas possibilidades com o aroma adocicado das flores que rebentam.
Contudo, este ano, encontramo-nos numa situação nunca vista, nunca sentida, nunca experienciada e comum a todos.
Somos obrigados a recorrer a forças que desconhecíamos ter, a reeducar a nossa maneira de viver, a rever as nossas prioridades, a encarar a vida de um modo diferente e a ultrapassar situações com que nunca tínhamos deparado.
Não tínhamos tempo para nada?
Agora não sabemos o que fazer com ele e torna-se o nosso pior inimigo.
Não conseguíamos passar tempo com a família?
Agora é dela que nos socorremos.
Não podíamos dormir até mais tarde e passar um dia na preguiça?
Agora lamentamos os dias em que não nos levantamos para ir trabalhar.
Não aguentávamos a rotina de todos os dias em que não descobríamos nada de novo?
Agora só desejamos poder voltar à banalidade repetitiva desses dias.
Será esta a oportunidade para mudarmos?
Mas mudarmos no verdadeiro sentido da palavra. O momento em que por constrangimento de algo que é impossível controlarmos somos forçados a perceber que havia muita coisa errada mas que estamos a tempo de emendar. Podemos sentir-nos mais gratos pelo que temos. Podemos agradecer pelas pequenas coisas no nosso dia a dia. Podemos dar força a quem mais precisa e tentar resgatar algumas para nós. Podemos desesperar em alguns momentos, desde que quando erguermos de novo a cabeça seja para estarmos mais determinados.
Podemos cumprir o que nos é pedido por um bem maior.
Podemos mostrar que é de facto nas piores alturas que a humanidade mostra as suas melhores qualidades.
Façam o que quiserem, brinquem, estudem, trabalhem, amem os vossos, digam aquelas palavras que pensam que não precisam de dizer, tenham aqueles gestos que vos envergonham e, acima de tudo, não percam a esperança de que vai ficar tudo bem.
Podemos ficar em casa, podemos tentar travar esta terrível doença que lançou o caos no mundo. Uma só doença tem este domínio. Então, todos juntos de certeza que teremos mais poder.

 

De Inês Bonfim Madeira

36 comentários

Comentar post

Pág. 1/2